O Sindicato Nacional dos Aeronautas informa que o Escritório Regional de Belém ficará fechado entre os dias 13 de novembro e 1 de dezembro de 2017.

As atividades do escritório voltarão ao normal no dia 4 de dezembro.

Em caso de necessidade, por favor entrar em contato com qualquer uma das outras sedes, subsedes e escritórios do SNA.

Veja endereços e telefones: https://goo.gl/lce2F7.

O Sindicato Nacional dos Aeronautas informa que enviou comunicado via e-mail aos aeronautas ex-empregados da Colt Linhas Aéreas para consultá-los sobre nova tentativa de acordo apresentada pela empresa. Os tripulantes interessados que não tenham recebido o comunicado devem entrar em contato com o SNA para esclarecimentos sobre as condições da proposta (veja contatos abaixo).
 
Após os aeronautas terem negado em assembleia o acordo oferecido na ação coletiva ajuizada pelo SNA, que trata do não pagamento de salários em atraso, 13º salários e verbas rescisórias, além de depósitos de FGTS e multa, a empresa agora propõe acordos individuais para aqueles que manifestarem interesse.

A proposta da companhia para os acordos individuais tem exatamente os mesmos moldes da que havia sido oferecida ao grupo e negada coletivamente em assembleia realizada no dia 20 de junho.
 
O julgamento da ação está temporariamente suspenso para que cada um dos tripulantes apresente manifestação individual, aceitando ou negando a proposta da empresa, até o dia 17 de outubro de 2017.
 
Uma nova audiência de conciliação está marcada para o dia 18 de outubro, para ratificação dos acordos aos interessados.
 
Em caso de dúvidas, o departamento jurídico do SNA fica à disposição pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo telefone 11 5531-0318 ramal 101.

Diante da intransigência extrema do sindicato patronal (Sneta), que há quase três anos vem negando qualquer acordo que atenda minimamente às reivindicações da categoria, mesmo com a realização de duas greves dos trabalhadores, os aeronautas de táxi aéreo aprovaram uma proposta para fechar novas Convenções Coletivas de Trabalho para as datas-bases de 2015/2016, 2016/2017 e 2017/2018, apesar dos índices aquém do que seria razoável.

Os aeronautas de táxi aéreo estavam sem nenhum tipo de reajuste salarial ou em seus benefícios havia três anos, já que a última CCT assinada havia sido a de 2014/2015.

Diante do cenário e da falta de alternativa, os trabalhadores presentes à assembleia realizada em sete localidades na terça-feira (10), sob protestos e sem unanimidade, decidiram aprovar uma proposta construída pelo TST (Tribunal Superior do Trabalho).

Basicamente, os novos acordos preveem:

1 - CCT 2015/2016 - Reajuste de 5,5% no salário e INPC (10,97%) nos demais itens econômicos, com aplicação retroativa a junho/2016 e abono R$ 1.000,00;

2 - CCT 2016/2017 - Reajuste de 3,5% no salário e INPC (7,39%) nos demais itens econômicos, com aplicação retroativa a julho/2017;

3 - CCT 2017/2018 - Reajuste com base no INPC para os itens econômicos e inserção de cláusula de Diárias Internacionais, com os seguintes valores: América do Sul e Caribe: U$ 21,00, América do Norte: U$ 25,00, Europa: € 25,00, Inglaterra: £ 25,00, sendo ressalvadas as condições mais benéficas já praticadas pelas empresas.

O Sindicato Nacional dos Aeronautas mais uma vez ressalta à categoria que participou de incontáveis reuniões de negociação com as empresas ao longo deste período.

No ano de 2016, o TST realizou mediação na tentativa de uma conciliação, que não prosperou. Diante da corriqueira intransigência patronal e do insucesso da conciliação no TST, a categoria deflagrou greve e realizou dois movimentos paredistas, em razão do que o SNA ajuizou dissídio coletivo, discutindo a data-base 2015/2016, em dezembro do ano passado.

O processo seguia seu curso, mas havia sinalização de que seria extinto, sem análise do mérito, sob alegação de não caracterização de greve. 

Numa última tentativa de conciliação, a presidência do TST elaborou uma proposta que contemplava as duas datas-bases já vencidas e a data-base deste ano, para que fosse submetida à assembleia de trabalhadores.

Os diretores do SNA que presidiram as deliberações constataram a enorme insatisfação do grupo com a demora e com a proposta apresentada, que representa prejuízo para a classe.

Por fim, urge a necessidade de mobilização do grupo e da união de forças, para que as próximas negociações tomem rumos diferentes e mais prósperos. O SNA não poupará esforços para que esta parcela da categoria, espalhada por todo território nacional, consiga se fortalecer para fazer frente às dificuldades.

Foi realizada no último sábado (7) a Jornada de Segurança Operacional, evento organizado pelo Sindicato Nacional dos Aeronautas em parceria com o DTCEA-FL e a Fiesc-Senai. 

O ciclo de palestras, que aconteceu no Centro de Eventos Fiesc, foi o primeiro realizado pelo SNA em Florianópolis e reuniu cerca de 150 pilotos, controladores, comissários de voo e mecânicos de aeronaves.

As palestras trataram de temas como: O sono e a segurança Operacional; Performance Based Navigation; Airmanship; O uso de medicamentos na aviação; Excesso de confiança, Auto-afirmação e risco na aviação; Unapproved parts; Performance do 737NG e sua operação na Gol linhas aéreas; Drones, laser e balões.

O SNA agradece a todos que participaram e que tornaram o evento um sucesso.

EDITAL DE CONVOCAÇÃO

ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA

O Presidente do SINDICATO NACIONAL DOS AERONAUTAS, no uso de suas atribuições que lhes são conferidas pelo disposto no art. 22, “a” do estatuto da entidade sindical e observados os demais requisitos estatutários e legais, em especial o previsto no art. 20, “b”, do estatuto sindical supracitado, bem como o estabelecido no art. 615 da Consolidação das Leis Trabalhistas – CLT, convoca toda a categoria de aeronautas do Táxi Aéreo, associados e não associados, para Assembleia Geral Extraordinária que será realizada no dia 10 de outubro de 2017, às 18:00 horas em primeira convocação e às 18:30 horas em segunda e última convocação nos seguintes locais: Rio de Janeiro: Sede do Sindicato Nacional dos Aeronautas, localizado na Avenida Franklin Roosevelt, 194, Salas 802/805, Centro, CEP 20021-120, Rio de Janeiro/RJ; São Paulo: Subsede do Sindicato Nacional dos Aeronautas, localizado na Av. Washington Luis, 6817, Sala 101, Congonhas, CEP 04627-005, São Paulo/SP; Jacarepaguá: STS Escola de Aviação Civil – Av. Ayrton Senna, 2541 (Rua F1) – Aeroporto de Jacarepaguá, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro/RJ; Macaé: Nobile Macaé - Rua Dolores de Carvalho Vasconcelos, 110 – Gloria, Macaé – RJ - Cep: 27937-600; Belo Horizonte: Quality Hotel Pampulha, localizado na Av. Presidente Antonio Carlos, 7456, São Luiz, Belo Horizonte/MG; Vitória: Quality Hotel Aeroporto Vitória, Av. Adalberto Simão Nader, 605, Vitória/ES; e Cabo Frio: Hotel Paradiso Corporate - Av. Teixeira e Souza, 2011 - Braga, Cabo Frio - RJ, 28907-410, para deliberarem sobre a seguinte ordem do dia: A) Avaliação e deliberação da Pauta de Reivindicação da categoria para renovação das Convenções Coletivas de Trabalho de Táxi Aéreo 2015/2016, 2016/2017 e 2017/2018; B) Autorização para negociação pelo SNA da Pauta de Reivindicação das Convenções Coletivas de Trabalho de Táxi Aéreo 2015/2016, 2016/2017 e 2017/2018; C) Autorização para o SNA Instaurar o Dissídio Coletivo, caso malogrem as negociações junto ao Sindicato Nacional das Empresas de Táxi Aéreo 2017/2018.

Rio de Janeiro, 04 de outubro de 2017.

Rodrigo Spader
Presidente

No dia 28 de outubro será realizado o evento “Aviadoras, o Reencontro”, no auditório da Universidade Anhembi Morumbi, em São Paulo, que pretende reunir o máximo de pilotos mulheres. 

O evento, que o Sindicato Nacional dos Aeronautas com um de seus patrocinadores, terá palestras de pioneiras da aviação, que contarão histórias, experiências, dificuldades e conquistas.

A entrada é gratuita.

As aviadoras que quiserem participar devem se inscrever no link a seguir:

https://storia.me/pt/@rosiane.silva/aviadoras-o-reencontro-4cterz

Página do evento no Facebook: https://goo.gl/387kZ4

Representados pelo Sindicato Nacional dos Aeronautas, com o suporte das Associações Abrapac, Asagol e ATT, os aeronautas têm acompanhado de perto a elaboração pela ANAC do RBAC 117, destinado ao Gerenciamento dos Riscos da Fadiga e que vai complementar a Lei 13.475/2017, a Nova Lei do Aeronauta. 

O RBAC 117 será o principal instrumento regulatório no que se refere aos diversos limites prescritivos para as empresas que venham a possuir um Sistema de Gerenciamento do Risco da Fadiga aprovado pela Anac, sendo, portanto, fundamental a contribuição dos aeronautas para sua elaboração.
 
De forma a prover à agência reguladora estudos técnicos e científicos que a auxiliem na elaboração deste importante instrumento regulatório, SNA e associações têm feito incessante trabalho científico que até o momento resultou nos documentos e estudos que compartilhamos a seguir, para os quais chamamos a atenção de todos os aeronautas:
 
1. Posicionamento dos Aeronautas em relação ao RBAC 117 da ANAC:
 
2. Relatório FRMS dos Aeronautas - Parte I: Um Modelo de RBAC Adequado para o Brasil (Junho-16):
 
3. Relatório FRMS dos Aeronautas - Parte II: Uma Abordagem Científica Para o Gerenciamento do Risco da Fadiga Humana na Aviação Civil Brasileira (Junho-16):
 
4. Proposta dos Aeronautas para uma pesquisa de campo sobre fadiga coordenada pela ANAC:
 
5. Apresentação sobre risco da fadiga realizada no Primeiro Congresso Nacional de Aviação (SNA, Outubro-16):
 
6. Pesquisa brasileira que apontou cenário de fadiga crônica no país (2015):
 
7. Estudo baseado no software SAFTE-FAST com a análise de risco sobre os limites diários de jornada para tripulação composta constantes no RBAC 117 da ANAC (Setembro-2017):
 
Lembramos que a minuta do RBAC 117 encontra-se em audiência pública, estando aberta à contribuição de todos os aeronautas. Os interessados podem enviar suas contribuições até as 18h do dia 11 de outubro de 2017 por meio dformulário disponibilizado pela ANAC, que deve ser enviado ao email Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Link: http://www.anac.gov.br/participacao-social/audiencias-e-consultas-publicas/audiencias-em-andamento/audiencias-publicas-em-andamento

O Sindicato Nacional dos Aeronautas informa a seus associados que seu atendimento nutricional gratuito agora também conta com serviço especializado em nutrição oncológica. 

A iniciativa vem justamente durante o movimento conhecido como “Outubro Rosa”, que visa chamar a atenção para a luta contra o câncer de mama e a importância de seu diagnóstico precoce.

O câncer de mama é um dos que mais mata mulheres em todo o mundo, e por isso é importante focar este assunto nos 12 meses do ano —o atendimento será feito não só em outubro, mas regularmente pela nutricionista do SNA.

Ressaltamos que a nutrição oncológica contribui com orientações e intervenções para que o paciente mantenha o melhor estado nutricional possível, adequando a dieta para controle de sintomas.

Além disso, o SNA aumentou os atendimentos para todos os associados. Agora, a nutricionista está disponível todas as segundas e quartas-feiras, das 10h às 14h, na rua Demóstenes nº 1045 (próximo ao aeroporto de Congonhas), no mesmo local em que são realizados os atendimentos psicológicos. 

Lembramos que o benefício é exclusivo para associados ao SNA.

Os horários para atendimento devem ser agendados por meio de solicitação ao e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

O Sindicato Nacional dos Aeronautas e a Asagol estiveram reunidos nesta quinta-feira (5) com a direção da Gol Linhas Aéreas para passar à companhia a reivindicação que partiu do grupo de copilotos para receber salário equivalente a pelo menos 70% dos vencimentos recebido pelos comandantes.

A empresa disse ter compreendido a demanda e se comprometeu a estudar possibilidades, ainda que tenha ressaltado que tem dificuldades para mexer no custo fixo em um momento de recuperação. Uma nova reunião ficou marcada para novembro para discutir a questão.

Lembramos que a decisão desta reivindicação foi tomada em uma reunião solicitada pelo grupo em que mais de 120 copilotos da Gol decidiram pedir o realinhamento da remuneração.

O grupo também decidiu criar um abaixo-assinado sobre o assunto, para colher a opinião de um número maior de copilotos da companhia.

A solicitação decorre da distorção comparativa da remuneração dos comandantes e copilotos, equivalente hoje na empresa à proporção de cerca de 50%.

Na média mundial, a diferença de valores dos salários fixo + variável entre copilotos e comandantes está em torno de 70% do valor total de ganhos.

A Gol possui um grupo de copilotos maduro, com tempo de casa e experiência para ocupar o posto de comando com o profissionalismo que a empresa espera. Entretanto, não há expectativa a curto prazo e nem um plano de carreira que minimize a espera pela oportunidade de mudança na função, motivo pelo qual o equilíbrio salarial entre as funções é indispensável.

Fiquem atentos aos nossos meios de comunicação para acompanhar as novidades sobre o tema.

O Sindicato Nacional dos Aeronautas convida todos os instrutores do Aeroclube de Goiás para participar de reunião que será realizada no próximo dia 10 de outubro, às 15h, no escritório regional de Goiânia do SNA (veja endereço abaixo).

O assunto será a proposta de acordo coletivo de trabalho para os instrutores.

Desde março deste anos, o SNA já finalizou acordos coletivos para instrutores em 13 escolas e aeroclubes.

O objetivo do sindicato é a regularização as relações de trabalho de todos instrutores de voo no país, reafirmando a condição desses profissionais de aviação na categoria de aeronautas.

Participe e faça sua parte.

Reunião de instrutores do Aeroclube de Goiás

Data: 10/10/2017
Horário: 15h
Local: Escritório regional de Goiânia do SNA
Avenida dos Índios, 472, Sala 01 Via Mariah, Setor Santa Genoveva
Tel: (62) 36376131

EDITAL DE CONVOCAÇÃO

ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA

O Presidente do SINDICATO NACIONAL DOS AERONAUTAS, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo disposto no art. 22, “a” do estatuto da entidade sindical e observados os demais requisitos estatutários e legais, em especial o previsto no art. 20, “b”, do estatuto sindical supracitado, convoca todos os instrutores de voo do Aeroclube do Erechim, para Assembleia Geral Extraordinária que será realizada no dia 10 de outubro de 2017, às 14:00 horas em primeira convocação, e às 14:30 horas em segunda e última convocação, no seguinte local: Aeroclube do Erechim, localizado na Rua Delmar Luiz Rigoni, nº 255, Bairro Aeroporto, Erechim – RS, para deliberarem sobre a seguinte ordem do dia: proposta de Acordo Coletivo de Trabalho dos instrutores de voo.

Rio de Janeiro, 05 de outubro de 2017.

Rodrigo Spader
Presidente

Em reunião organizada pelo SNA e pela Asagol a pedido do grupo de tripulantes, que teve participação de mais de 120 copilotos da Gol Linhas Aéreas, foi decidido pleitear junto à companhia que copilotos percebam um salário equivalente a ao menos 70% dos vencimentos recebido pelos comandantes.

O grupo também decidiu criar um abaixo-assinado sobre o assunto, para colher a opinião de um número maior de copilotos da companhia. Se você é copiloto da Gol e concorda com a reivindicação, por favor, subscreva o abaixo-assinado no link a seguir:

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSchdda-Tg4qglZvJ25c6WbIDTEagNZP0RKgTxqsZw6JA98vGg/viewform

A solicitação decorre da distorção comparativa da remuneração dos comandantes e copilotos, equivalente hoje na empresa à proporção de cerca de 50%.

Na média mundial, a diferença de valores dos salários fixo + variável entre copilotos e comandantes está em torno de 70% do valor total de ganhos.

A Gol possui um grupo de copilotos maduro, com tempo de casa e experiência para ocupar o posto de comando com o profissionalismo que a empresa espera. Entretanto, não há expectativa a curto prazo e nem um plano de carreira que minimize a espera pela oportunidade de mudança na função, motivo pelo qual o equilíbrio salarial entre as funções é indispensável.

O abaixo-assinado será entregue à direção da companhia.