SNA atua contra a redução de força de trabalho na Omni Táxi Aéreo

Fonte

O Sindicato Nacional dos Aeronautas tomou conhecimento de recentes demissões de tripulantes, ocorridas nos últimos quatro meses, na empresa Omni Taxi Aéreo, em número que representaria redução da força de trabalho.

Entretanto, havendo necessidade de redução da força de trabalho, a empresa deverá obedecer às regras impostas pela CCT (Convenção Coletiva de Trabalho) da categoria – cláusula 30 da CCT do Taxi Aéreo em vigor.

A redução de força de trabalho é configurada quando ocorre a dispensa, em um período de 120 (cento e vinte) dias consecutivos, de aeronautas em número superior a cinco ou que representem mais de 15% (quinze por cento) dos aeronautas da empresa —sem que ocorram novas contratações de aeronautas nos 60 dias seguintes ao referido período.

Com base nessas informações, o SNA apresentará a denúncia ao Ministério Público do Rio de Janeiro para que sejam tomadas as devidas providencias em prol dos prejudicados.

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS