O Sindicato Nacional dos Aeronautas de São Paulo ficará fechado no dia 9 de julho de 2018 em razão de feriado local.

As atividades do escritório voltarão ao normal no dia 10 de julho.

Em caso de necessidade, por favor entrar em contato com qualquer uma das outras sedes, subsedes e escritórios do SNA.

Veja os endereços e telefones: https://goo.gl/lce2F7.

 

AGE – 18 de julho - 14h - Proposta de Acordo Coletivo de Trabalho dos instrutores da Sikorski Escola de Aviação Civil 

EDITAL DE CONVOCAÇÃO

ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA

O Presidente do Sindicato Nacional dos Aeronautas, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo disposto no art. 22, “a” do estatuto da entidade sindical e observados os demais requisitos estatutários e legais, em especial o previsto no art. 20, “b”, do estatuto sindical supracitado, convoca todos os aeronautas instrutores de voo de SIKORSKI ESCOLA DE AVIAÇÃO CIVIL, para Assembleia Geral Extraordinária que será realizada no dia 18 de julho de 2018, às 14:00 horas em primeira convocação, e às 14:30 horas em segunda e última convocação no seguinte local: localizado na Rua Leopoldo Chilik, 909, Cercadinho, Campo largo, PR, CEP: 83608-630, para deliberarem sobre a seguinte ordem do dia: proposta de Acordo Coletivo de Trabalho dos instrutores de voo.

Rio de Janeiro, 06 de julho de 2018.

Ondino Dutra Cavalheiro Neto
Presidente

Acesse o edital aqui.

O Ministério Público Federal emitiu parecer favorável ao pleito do Sindicato Nacional dos Aeronautas na luta pela garantia do auxílio-doença, no INSS, para tripulantes grávidas.

De acordo com a conclusão da procuradora, o MPF opinou pela concessão da segurança, manifestando-se favoravelmente às aeronautas.

Leia o parecer completo do MPF aqui

Fiquem atentos aos nossos meios de comunicação para mais novidades sobre o caso.

Nosso departamento jurídico fica à disposição para eventuais esclarecimentos pelo telefone (11) 5090-5100 ou pelo email Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

 

Venha conhecer mais de perto o trabalho do SNA. Participe conosco desta história.

Via sitehttps://tinyurl.com/sna-associe-se

Via Whatsapp: 21 98702-6770

 

Histórico

Em novembro de 2017, o Sindicato Nacional dos Aeronautas impetrou um mandado de segurança coletivo para que o INSS concedesse auxílio-doença a todas as aeronautas grávidas.

Até o dia 31/5/2017, a avaliação física necessária à concessão do auxílio-doença vinha sendo efetuada através da Junta Mista Especial de Saúde Aeronáutica (JMES), porém, através de uma Instrução do Comando da Aeronáutica (ICA), que regulamentava a atuação da junta, a mesma foi revogada.

Desde então a análise do auxílio-doença é feita pelo Perito do INSS, o que causou o indeferimento imediato, já que a análise dos requisitos para concessão do benefício passou a ser feita com base em critérios gerais, sem levar em consideração a situação especial das seguradas aeronautas gestantes.

Através de uma resolução publicada em 1/6/2018, o INSS estabeleceu o regramento necessário ao atendimento dos aeronautas. A norma, contudo, ao invés de impor a observância das condições médicas específicas dos aeronautas, instituiu que os procedimentos referentes ao requerimento/atendimento do benefício por incapacidade do segurado devem observar os mesmos moldes dos demais segurados do Regime Geral de Previdência Social.

Tal medida desrespeita as normas específicas vigentes que regulamentam o exercício da profissão de aeronauta, como a Instrução Técnica das Inspeções de Saúde na Aeronáutica (ICA nº 160-6), a Convenção Coletiva de Trabalho Aviação Regular 2017/2018 e o Regulamento Brasileiro da Aviação Civil - RBAC nº 67 da Agência Nacional de Aviação Civil.  

Desta forma o SNA buscou na Justiça, com sucesso, a retomada dos pagamentos às aeronautas grávidas.

O Sindicato Nacional dos Aeronautas obteve êxito em seu pedido liminar feito no processo judicial para realizar a assembleia sobre a alteração do Plano de Carreira dos pilotos da Latam. 

Com base na decisão concedida hoje pelo Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região, o SNA convocará uma assembleia para deliberação. 

Entretanto, a referida decisão condicionou os efeitos do resultado da assembleia à finalização do processo em questão. 

Veja na íntegra a decisão aqui.

Fiquem atentos aos nossos meios de comunicação para mais novidades sobre o caso.

Nosso departamento jurídico fica à disposição para eventuais esclarecimentos pelo telefone (11) 5090-5100 ou pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

A empresa de carga Uni-top Airlines, com bases nas cidades chinesas Shenzhen, Wuhan, Kunming e Wuxi, está expandindo sua malha aérea e pretende contratar Comandantes de aeronaves B747-400. 
 
Os interessados devem enviar um e-mail para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..
 
Para informações sobre proposta de contratos, clique aqui. Para mais detalhes sobre a seleção, aqui.
 
O SNA não tem responsabilidade pelos termos do contrato apresentado, que é de inteira responsabilidade da empresa, e apenas repassa as informações das vagas disponíveis.

No dia 27 de junho, o Sindicato Nacional dos Aeronautas participou de uma audiência com a Azul Linhas Aéreas, na Procuradoria Regional do Trabalho da 5ª Região, em Campinas (SP), para tratar sobre os problemas na alimentação a bordo.

De acordo com a empresa, as 60 aeronaves Embraer e as 30 ATR vão continuar sem fornos elétricos até a substituição delas por uma frota nova, com fornos já instalados. No entanto, o prazo para esta mudança pode ser de até 10 anos, porque a Azul alega que o planejamento depende de questões econômicas, como ampliação da empresa, flutuação do dólar e do querosene.

Ressaltamos que, em audiências anteriores, o SNA e a Anvisa já apontaram que a melhor solução para esse impasse é a instalação dos fornos nas aeronaves antigas, junto com a apresentação de um cronograma para alteração da atual frota de aeronaves.

O SNA reitera que o histórico legislativo de fornecimento de alimentação aos tripulantes é de refeição quente. Portanto o forno elétrico diminuiria significativamente os problemas atrelados a isso, como, por exemplo, atrasos de voos em que o comandante é chamado a prestar esclarecimentos na diretoria se reclamar da condição da refeição servida.   

A partir de agora, é recomendado também que os comandantes entrem em contato com representantes locais da Anvisa sempre que for detectado problemas na conservação dos alimentos a bordo.

Durante a audiência houve a proposta do MPT de formação de um grupo de trabalho com representantes do SNA, da Azul e da Anvisa, para realização de reuniões periódicas que identifiquem problemas e soluções alternativas até a instalação dos fornos elétricos em todas as aeronaves, ou até nova frota com fornos já instalados.

Estabeleceu-se o prazo de 20 dias para a apresentação do grupo e das reuniões, e a Azul tem o mesmo prazo para fazer um estudo técnico das hot boxes e dos POPs atualizados; criar um cronograma/planejamento da instalação dos fornos ou a troca de todas as aeronaves da frota; informar se houve compra de novos ATRs, com comprovação de que elas vieram com os fornos instalados.

Acesse a ata da audiência. 

A alimentação a bordo foi uma das pautas do encontro que o SNA teve com os tripulantes da Azul no dia 19 de junho. Veja as reivindicações completas clicando aqui

Nosso departamento jurídico fica à disposição para eventuais esclarecimentos pelo telefone (11) 5090-5100 ou pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

O Sindicato Nacional dos Aeronautas encaminhou nesta segunda-feira (2) notificação extrajudicial para a Latam Linhas Aéreas, referente aos frequentes problemas encontrados na emissão do Passe Livre.
 
O SNA tem recebido constantes denúncias dos tripulantes sobre as dificuldades encontradas. As principais são: cadastramento de usuário e senha; indisponibilidade do sistema que emite o Passe Livre; cancelamento do localizador pelo sistema; impossibilidade de antecipação ou postergação dos voos no portão de embarque; dentre outras.
 
Esperamos que a questão seja regularizada o mais breve possível, de forma a garantir o usufruto pela categoria de uma das grandes conquistas dos últimos tempos. Caso a situação não se regularize, outra medidas poderão ser tomadas.
 
O departamento jurídico do SNA fica à disposição para eventuais esclarecimentos pelo telefone (11) 5090-5100 ou pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

O Sindicato Nacional dos Aeronautas tem recebido relatos de tripulantes da Gol Linhas Aéreas sobre diferenças nos recibos salariais de junho, com pagamento em julho.

A partir desses relatos entramos em contato com a empresa, e a Gol garantiu que eventuais divergências serão corrigidas. Aos aeronautas que identificarem diferenças, a orientação é de que façam abertura de chamado na Central de Serviços Compartilhados (CSC).

O departamento jurídico do SNA fica à disposição para eventuais esclarecimentos pelo telefone (11) 5090-5100 ou pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..