O Sindicato Nacional dos Aeronautas esteve reunido na quarta-feira (17) com a Anac e com empresas e associações de empresas de táxi aéreo para o lançamento oficial da ferramenta virtual Voe Seguro Táxi Aéreo.

O novo sistema de consulta para contratação segura de serviços de táxi aéreo está disponível aos usuários no link: https://sistemas.anac.gov.br/ctax.

Nele, é possível checar previamente informações sobre empresas autorizadas pela Anac e aeronaves aptas a serem utilizadas nos voos —também disponibilizado um aplicativo para consulta. Saiba mais sobre o aplicativo: https://bit.ly/2KOUNvB.

O SNA ressalta a importância da ferramenta, que além de coibir o táxi aéreo clandestino corrobora as demais medidas adotadas pelo sindicato no sentido de formalizar a relação de emprego existente entre os aeronautas e as pessoas para as quais esses profissionais prestam serviços.

Dentre as novas medidas que estão sendo implementadas pela Anac, a agência sinalizou que além de haver penalizações para empresas clandestinas haverá punições mais severas aos tripulantes que operam essas aeronaves, que receberão multas e suspensão das carteiras voo.    

Em reunião realizada no último dia 9 de abril, o Sindicato Nacional dos Aeronautas deu continuidade às discussões com a Azul Linhas Aéreas para tratar de denúncias de tripulantes e para dar andamento às negociações de temas em aberto.

Veja abaixo os principais temas:

1. Pagamento de PPR 2018
A Azul esclareceu que para o cálculo do PPR referente ao ano calendário de 2018 (com pagamento em 2019) considerou seu lucro líquido apresentado em suas respectivas demonstrações financeiras, deduzindo itens não relacionados à operação e/ou sem efeito caixa —como, por exemplo, perdas ou ganhos com variação cambial, vendas de aeronaves, participações em outras empresas, dentre outros. Pontuou ainda que, em 2018, o lucro líquido foi de R$ 420 milhões e que, após ajustes, a cifra foi de R$ 190 milhões, resultando em cerca de R$ 19 milhões para distribuição do PPR. Por fim, a empresa afirmou que o lucro de 2018 mencionado em alguns comunicados da própria companhia, chamado de lucro líquido ajustado, não é o lucro das demonstrações financeiras auditadas e tem um cunho meramente informativo para investidores e mercado, excluindo efeitos não considerados contabilmente como, por exemplo, a greve dos caminhoneiros e prejuízos com venda de aeronaves. A Azul também se comprometeu a analisar um novo indicador para o cálculo do pagamento do PPR de 2019, a ser pago em 2020, de modo a facilitar os cálculos.

2. Proposta - Contratação copilotos
A companhia rejeitou a proposta formulada pelos copilotos na assembleia de 26 de fevereiro de 2019 sobre a possibilidade de a companhia realizar contratações diretas de comandantes. O SNA continua atuando perante a empresa nos interesses dos aeronautas.

3. Apresentação de pilotos e comissários no crewdesk com 10 minutos de diferença
A Azul informou que a questão já foi solucionada.

4. Programa troca de posições – funcionários de outros setores da empresa executando atividades exclusivas de aeronautas
A empresa informou que os funcionários que participam do programa não podem realizar atividades a bordo de aeronave. A companhia se comprometeu a reforçar as orientações internas, de modo a preservar a segurança de voo.

5. Negociação da cláusula 3.2.13 da CCT – Garantia de creche a aeronauta
A Azul se comprometeu a analisar a possibilidade de aumentar o valor do reembolso, que atualmente é limitado a R$ 350 mensais, durante 24 meses.

6. Alteração do horário de folga
A Azul realizará levantamento para verificar em quais programações ocorrem o maior índice de alterações para que seja analisada a viabilidade de celebração de acordo coletivo de trabalho para regulamentar a questão, que deverá ser aprovada em assembleia.

7. Despacho de bagagem dos tripulantes das congêneres que viajam de Passe Livre pela Azul
Esclareceu que o despacho de bagagem dos tripulantes das congêneres pode ser realizado no check-in ou na porta da aeronave, a critério do aeronauta. A companhia se comprometeu a reforçar os comunicados internos para garantir que o procedimento seja feito corretamente pelas equipes de solo.

8. Instalações do crewrest nos despachos operacionais de Viracopos e Confins
Informa que está buscando alternativa para melhorar o isolamento acústico do crewrest no D.O. de Viracopos. Entretanto alega que não foram constatadas irregularidades no crewrest no D.O. de Confins.

O departamento jurídico do SNA fica à disposição para eventuais esclarecimentos pelo telefone (11) 5090-5100 ou pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

O Sindicato Nacional dos Aeronautas ingressou na quarta-feira (17) com ação civil pública contra a Líder Táxi Aéreo após receber denúncias de que a companhia está coagindo seus empregados aeronautas a assinar um acordo/aditivo contratual individual.

Este aditivo prevê a redução de uma gratificação intitulada “GRATIFICAÇAO GRANDE PORTE S92”. 

A ação requer que a empresa se abstenha imediatamente de coagir os tripulantes a assinarem acordos individuais de trabalho que prevejam a redução de gratificações e, consequentemente, redução de salários, sob pena de aplicação de multa diária.

Fiquem atentos aos nossos meios de comunicação para novidades sobre o caso.

Associe-se ao SNA 
Via site: https://tinyurl.com/sna-associe-se
Via Whatsapp: 21 98702-6770
Via app: SNA no Google Play ou Apple Store

O Sindicato Nacional dos Aeronautas ajuizou ação contra a Avianca em que pede que a empresa efetue imediatamente o pagamento integral da multa de 40% sobre o FGTS depositado aos tripulantes que assinaram o Plano de Demissão Voluntária.

A ação também requer o pagamento das verbas rescisórias aos aeronautas que assinaram o PDV no dia 2 de abril e ainda não receberam a 1ª parcela.

Foi designada audiência para o dia 19 de junho de 2019.

Fiquem atentos aos nossos meios de comunicação para novidades sobre o caso.

Leia mais sobre a Avianca: www.aeronautas.org.br/noticias/avianca.

Associe-se ao SNA 
Via site: https://tinyurl.com/sna-associe-se
Via Whatsapp: 21 98702-6770
Via app: SNA no Google Play ou Apple Store

No último dia 11 de abril, foi realizado um encontro da Comissão Nacional de Fadiga Humana – CNFH, na sede do SNA. Entre os assuntos em pauta estavam as últimas atualizações do Projeto Fadigômetro, o acompanhamento da fadiga em controladores de voo e equipe de manutenção e melhorias na metodologia.

Em relação ao Projeto Fadigômetro, foi apresentada uma atualização de pontos importantes do trabalho, que inclui estatísticas gerais da amostra, efetividade mínima na fase crítica (pousos e decolagens) e área de perigo na fase crítica.

O próximo passo é apresentar os resultados parciais do Fadigômetro no 17º Congresso Nacional da Associação Nacional de Medicina do Trabalho, em maio.

A fadiga no âmbito da manutenção e CTA também foi tema de discussão do encontro da CNFH. A carga de trabalho, complexidade das funções, limites prescritivos e turnos de atuação também podem gerar fadiga e afetar diretamente a segurança das operações.

Entre as ações sugeridas estavam um acompanhamento dessa rotina, avaliação de escalas, reportes voluntários e avaliação e percepção de fadiga.

- Melhora na metodologia e criação de manual

A tenente Simone (Cenipa) propôs os seguintes itens que visam aperfeiçoar o processo de metodologia da investigação de fadiga: identificação de elementos sistemáticos e repetitivos; levantamentos estatísticos e análise de tendências; estreitamento da relação entre contexto operacional e acadêmico e conhecimento dos processos de gestão.

A CNFH colocou como meta a criação de um manual de orientações para nortear os investigadores quanto a questão da fadiga nas ocorrências aeronáuticas.

A próxima reunião do CNFH foi agendada para 8 de agosto de 2019.

Em assembleia realizada nesta quarta-feira (17), em São Paulo, após o SNA prestar esclarecimentos sobre a recuperação judicial da Avianca Brasil, os tripulantes deliberaram por aguardar até a realização do leilão das UPIs para que seja tomada uma decisão sobre a execução do plano de recuperação.

Na terça-feira (16), foi publicado o edital convocatório para o leilão de parte dos ativos da empresa, incluindo as seis UPIs (Unidades Produtivas Isoladas) que funcionarão como novas companhias aéreas. O certame será realizado no dia 7 de maio.

Em contato com o diretor-geral da Avianca, Jorge Vianna, na terça-feira, o SNA foi informado que o salário de maio deverá ser pago em dia. O executivo também se comprometeu a intermediar negociações com as empresas vencedoras do leilão e o sindicato.

O SNA também teve reunião com a Anac para tentar entender os trâmites necessários para as emissões dos Certificados de Operadores Aéreos (COA) para o funcionamento das UPIs.

Foi apresentado também um status dos processos de reintegração de posse de aeronaves.

Por fim, foi feito requerimento à PGT (Procuradoria Geral do Trabalho) de uma audiência para auxiliar na resolução de conflitos.

Fiquem atentos aos nossos meios de comunicação para novidades.

Leia mais sobre a Avianca: www.aeronautas.org.br/noticias/avianca.

Associe-se ao SNA
Via site: https://tinyurl.com/sna-associe-se
Via Whatsapp: 21 98702-6770
Via app: SNA no Google Play ou Apple Store

Por meio da agência de recrutamento AeroPersonnel, a IndiGo Airlines, companhia aérea da Índia, fará avaliações em simulador para contratação de comandantes de A320 e ATR72 em São Paulo durante o mês de junho de 2019 (datas a serem confirmadas), no CAE Training Center.

Para participar, é necessário fazer inscrição (baixe o formulário em https://bit.ly/2DgfMBg) e enviar para os e-mails Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Saiba mais sobre a seleção para A320: https://bit.ly/2ZiLwPG.

Saiba mais sobre a seleção para ATR72: https://bit.ly/2GrPsGh.

Obs.: O SNA apenas divulga vagas e não tem responsabilidade sobre a seleção.

O Sindicato Nacional dos Aeronautas solicita aos tripulantes da Flyways Linhas Aéreas que são beneficiários da sentença que condenou a empresa a pagar diárias de alimentação e vale alimentação em atraso que enviem escalas de voos e holerites dos anos de 2016 e 2017, de forma que o valor devido possa ser apurado. Veja lista dos beneficiados abaixo.

Os documentos devem ser enviados para o e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Na segunda-feira (15), foi publicado acórdão no TRT do Rio de Janeiro em que foi concedida segurança em definitivo determinando a expedição de ofício ao Ministério do Trabalho e Emprego para fornecimento dos CAGEDs e RAIS analíticas dos Empregados da Flyways Linhas aéreas, no período de 2016 até 2017.

Antes, porém, o SNA já havia tido acesso essas informações devido a uma liminar concedida também pelo TRT-RJ.

Devem enviar as escalas e os holerites dos anos de 2016 e 2017 os aeronautas:

- Ricardo Jucioli Struckel;
- Filipi da Silva;
- Marcos Kafuri Ferreira Julio;
- Joane Pereira Carvalho;
- Humberto Rodrigues.

O departamento jurídico do SNA fica disponível para esclarecer dúvidas por meio do e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou do telefone 11 5090-5100.  

O SNA será sede de um roadshow da agência Overseas Manpower Solutions no dia 2 de maio para apresentação do mercado de aviação dos Estados Unidos, da obtenção de greencard e de oportunidades de vagas para pilotos brasileiros.

Atualmente, a agência tem vagas a oferecer na Cape Air ( Hyannis  Air Services, Inc.).

Serão feitas duas apresentações no dia 2 de maio, às 11h e às 15h.

Para participar, é necessário fazer inscrição por meio do site: www.overseasmanpower.com/snaroadshow.

Obs.: O SNA apenas divulga vagas e não tem responsabilidade sobre a seleção.


OMS SNA Roadshow