SNA questiona Avianca, mas MPT não vê redução de força de trabalho

Fonte
  • Menor Pequena Medium Grande Maior
  • Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

O Sindicato Nacional dos Aeronautas solicitou mediação do Ministério Público do Trabalho, realizada na última sexta-feira, sobre as demissões na Avianca.

A procuradora regional do trabalho da 2ª região (SP) entendeu que não ficou configurada redução de força de trabalho — portanto não aplicando-se a cláusula 3.1.2. da CCT (Convenção Coletiva de Trabalho) da categoria.

A companhia afirmou na audiência que não tem intenção de realizar redução de força de trabalho, mas, sim, de fazer contratações.

Por sua vez, o SNA defende que seja definido um critério para configuração de redução de força de trabalho e vai discutir esse assunto como pauta de reivindicação na próxima CCT.