O SNA informa aos ex-tripulantes da Avianca que, para a obtenção do informe de rendimentos relativos ao exercício 2019 (declaração de imposto de renda 2020), basta enviar um e-mail para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. com o nome completo e o número do CPF.

O prazo de envio do IR 2020 terá início no dia 2 de março e termina no dia 30 de abril de 2020.

O departamento jurídico do SNA fica à disposição pelo telefone (11) 5090-5100, pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo Whatsapp 11 95375-0095 (somente para associados).

Associe-se ao SNA
Via site: https://tinyurl.com/sna-associe-se
Via Whatsapp: 21 98702-6770
Via app: Procurar SNA no Google Play ou na Apple Store    

A Justiça do Trabalho publicou no último dia 12 sentença que julgou improcedente o pedido feito pelo SNA de pagamento das diferenças remuneratórias causadas pela alteração promovida pela Latam no critério para cálculo e pagamento do quilômetro voado no trecho Galeão/Miami.

A decisão tomou como base a perícia contábil realizada no processo, na qual não ficou demonstrada a diminuição dos valores recebidos pelos aeronautas.

O SNA vai recorrer da decisão.

O departamento jurídico do SNA fica à disposição pelo telefone (11) 5090-5100, pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo Whatsapp 11 95375-0095 (somente para associados).

Associe-se ao SNA
Via site: https://tinyurl.com/sna-associe-se
Via Whatsapp: 21 98702-6770
Via app: Procurar SNA no Google Play ou na Apple Store    

A senadora Kátia Abreu apresentou nesta terça-feira (4) o Projeto de Lei 72/2020, que altera o Código Brasileiro de Aeronáutica (CBA) para liberalizar as regras de cabotagem aérea na Amazônia Legal, visando permitir que empresas estrangeiras possam operar voos entre os aeroportos da Amazônia Legal até 31 de dezembro de 2030.

O projeto foi despachado apenas à Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), para deliberação terminativa. Na quinta-feira (6) deverá ser aberto o prazo de cinco dias úteis para a apresentação de emendas ao projeto, com término previsto para o dia 12/2.

Nesta primeira fase, todos os senadores podem apresentar emendas à matéria. Ao fim do prazo de cinco dias úteis, os senadores membros da CCJ podem apresentar emendas até o encerramento da discussão.

O SNA entende que esse projeto de lei é extremamente prejudicial para a categoria e para as empresas aéreas brasileiras, bem como informa que irá atuar em defesa do interesse dos aeronautas.

Fiquem atentos aos nosso meios de comunicação.

Em resposta a questionamentos do SNA sobre a exigência de que seus tripulantes realizem um curso de ética on-line, sem incluí-lo nas escalas, a Azul Linhas Aéreas informou que tal curso é facultativo.

Segunda a empresa, o curso tem duração total de aproximadamente 15 minutos e pode ser realizado ao longo do ano de 2020.

Caso o tripulante opte por não realizar o curso a distância, poderá fazê-lo presencialmente na Uniazul junto com os demais cursos periódicos, mediante programação em escalas.

Por fim, o SNA ressalta que toda atividade inerente ao trabalho deve constar em escala e fazer parte da jornada, de modo que o aeronauta não precise abrir mão de seu período de descanso em proveito da empresa.

O departamento jurídico do SNA fica à disposição pelo telefone (11) 5090-5100, pelo e-mail juridico@aeronautas.org.br ou pelo Whatsapp 11 95375-0095 (somente para associados).

Associe-se ao SNA
Via site: https://tinyurl.com/sna-associe-se
Via Whatsapp: 21 98702-6770
Via app: SNA no Google Play ou Apple Store

A Gol Linhas Aéreas apresentou ao SNA uma proposta de Acordo Coletivo de Trabalho sobre o descanso em acomodação "classe 3" a bordo de aeronaves do modelo Boeing 737 NG/MAX.

Seguindo as diretrizes que constam no RBAC 117, a empresa propõe que nos voos executados com tripulação composta estejam previstas as seguintes condições:

a) utilizar três poltronas adjacentes da cabine de passageiros para cada tripulante no seu período de descanso;
b) instalar o Crew Rest Couch, conforme especificações listadas pela empresa e anexadas ao final deste texto;
c) instalar cortina e/ou divisórias de forma a garantir a privacidade dos tripulantes;
d) fornecer um cinto extensor para a segurança dos tripulantes;
e) fornecer um conjunto de amenidades individuais, constituída de, no mínimo, travesseiro, cobertor e máscara de olhos.

Para esclarecimentos e deliberação deste ACT, o SNA convoca todos os aeronautas associados da Gol Linhas Aéreas para assembleia no dia 5 de fevereiro, às 9h30, em todas as bases da empresa (São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Brasília e Fortaleza). 

Acesse o edital e veja os locais das AGEs pelo link https://bit.ly/31mV5i9

Acesse o anexo demonstrativo do Crew Rest Couch: https://bit.ly/2GDim5E

O SNA fica à disposição para esclarecimentos de dúvidas e para quaisquer outras orientações pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo WhatsApp 11 95375-0095 (somente para associados).

Associe-se ao SNA
Via site: https://tinyurl.com/sna-associe-se
Via Whatsapp: 21 98702-6770
Via app: Procurar SNA no Google Play ou na Apple Store

De forma a localizar e identificar os beneficiários da ação coletiva que declarou a nulidade da LNR (Licença Não-Remunerada) imposta por Varig e a Rio Sul Linhas Aéreas em 2002, o MPT-RJ determinou que o SNA divulgue a sentença e convoque os aeronautas que têm direito para o processo de liquidação do julgado.

As licenças não-remuneradas foram “aderidas” ao final de 2001, para gozo a partir de janeiro de 2002, em um período de seis a 12 meses. Porém a Justiça do Trabalho reconheceu que tais licenças foram instituídas em clara intenção de substituição do pagamento das verbas rescisórias devidas aos tripulantes.

Desta forma, os aeronautas que foram submetidos à LNR devem procurar o SNA para ingressar com ação individual, a fim de prosseguir com a liquidação do julgado (individualização dos direitos suprimidos).

O departamento jurídico do SNA fica à disposição pelo telefone (11) 5090-5100, pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo Whatsapp 11 95375-0095 (somente para associados).

Veja sentença: https://bit.ly/2ROkxZm
Embargos de declaração: https://bit.ly/2tUdo1I
3º Acórdão: https://bit.ly/312kgpN
Denúncia do SNA: https://bit.ly/2RyXN0J
Circular Varig LNR: https://bit.ly/2U0UW1S

Associe-se ao SNA
Via site: https://tinyurl.com/sna-associe-se
Via Whatsapp: 21 98702-6770
Via app: SNA no Google Play ou Apple Store    

Após proposição do SNA, a Gol Linhas Aéreas informou nesta quarta-feira (15) que aceita prorrogar a validade do curso completo de chefe de cabine para aqueles que ainda não foram promovidos.

Desta forma, o curso será válido por tempo indeterminado, até a promoção, já que no manual consta que o prazo de validade de seis meses está relacionado à seleção para chefe, e não para o curso em si.

Fiquem atentos aos nossos meios de comunicação para novidades.

Associe-se ao SNA
Via site: https://tinyurl.com/sna-associe-se
Via Whatsapp: 21 98702-6770
Via app: SNA no Google Play ou Apple Store

O SNA alerta todos os tripulantes sobre uma tentativa de golpe em que uma pessoa tenta se passar por representante do sindicato ao enviar convites de participação em grupos de WhatsApp.

O golpe consiste em solicitar à pessoa um código de acesso enviado via SMS, possibilitando que o número de WhatsApp do usuário seja roubado para realização de tentativas de fraude, como pedir dinheiro para os contatos da agenda do celular da vítima.

Recentemente, o SNA recebeu denúncias sobre a criação de um grupo denominado "Azul Sna 2", cujo convite é feito por pessoa identificada como "Dr. Ronaldo Brito", por meio do número +55 94 9263-1108.

O SNA não é administrador e nem participa de tal grupo e tampouco possui relação com a mencionada pessoa.

Para participar dos grupos oficiais do SNA, que servem apenas para divulgação das principais notícias do sindicato e não como grupo de discussão, os tripulantes devem utilizar sempre os links divulgados pelos canais oficiais da instituição (veja abaixo).

Lembramos ainda que não existe nenhum tipo de código de verificação ou envio de informações que deva ser feito para entrada nos grupos.

Por fim, o SNA solicita aos aeronautas que notifiquem nosso departamento jurídico caso recebam qualquer convite suspeito para participação em grupos de Whatsapp em nome do sindicato por meio de canais não oficiais.

O departamento jurídico do SNA fica à disposição pelo telefone (11) 5090-5100, pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo Whatsapp 11 95375-0095 (somente para associados).

Associe-se ao SNA
Via site: https://tinyurl.com/sna-associe-se
Via Whatsapp: 21 98702-6770
Via app: SNA no Google Play ou Apple Store     


*******


GRUPOS DE WHATSAPP OFICIAIS DO SNA

*Obs.: Os grupos são divididos por empresa e basta em entrar em um único grupo, já que os conteúdos divulgados são os mesmos.

Gol - Grupo 1
https://chat.whatsapp.com/LrO9k4rJmNYEQ60fkrt0v4

Gol - Grupo 2
https://chat.whatsapp.com/HgQSpNCeDbnAOkDeF2X5sZ

Gol - Grupo 3
https://chat.whatsapp.com/HEDRHRtKzu6Lpg6DLdfpcq

Avianca - Grupo 1
https://chat.whatsapp.com/FYXKHnoDpKXIdg4gO3W6Bt

Avianca - Grupo 2
https://chat.whatsapp.com/EPdMwigw0L6FA2p73giTia

Avianca  - Grupo 3
https://chat.whatsapp.com/Kph4S5feSF7CIJZSGrX3SP

Latam - Grupo 1
https://chat.whatsapp.com/F220lldr1qp4B1SJ9KYRWK

Latam - Grupo 2
https://chat.whatsapp.com/J8qVCvocclbH93uTYXuLQ5

Latam - Grupo 3
https://chat.whatsapp.com/Ere3Ddbv6XRL4gQtM4L7fm

Azul - Grupo 1
https://chat.whatsapp.com/InQaK76kRsn96WlPHPQqyd

Azul - Grupo 2
https://chat.whatsapp.com/Gf0rLZP0ZFTFVeEdWn2urt

Azul - Grupo 3
https://chat.whatsapp.com/GMMGr795Otn442DuhUNuRR

A Ifalpa (Federação Internacional das Associações de Pilotos de Linha Aérea) publicou, no último dia 17 de dezembro, um comunicado oficial em que defende formas de combate ao tráfico de pessoas na aviação.

Entende-se por tráfico de pessoas todo e qualquer tipo de exploração ao ser humano, incluindo exploração sexual, trabalho forçado, escravidão moderna, casamentos forçados e tráfico de órgãos, dentre outros.

De acordo com a Ifalpa, cada vez mais a aviação é utilizada como meio de transporte para o tráfico internacional de pessoas.

Em razão das características do transporte aéreo, a entidade destaca que os profissionais da área, incluindo os tripulantes, podem ter oportunidades de identificar essa prática, já que todos os passageiros ficam sob observação durante todo o processo, desde o check-in até o controle de passaportes na chegada ao destino.

A Ifalpa recomenda, assim, que seja feito treinamento adequado de todos os envolvidos para reconhecer comportamentos suspeitos e para que possam ser feitos reportes às autoridades competentes.

O conteúdo completo da publicação pode ser acessado no link: https://bit.ly/36v8bLL.

Os copilotos da Azul Linhas Aéreas fizeram nesta quinta e sexta, dias 19 e 20, manifestações no aeroporto de Viracopos e de Congonhas para expressar seu descontentamento e repúdio quanto à desvalorização da função de copiloto na companhia e quanto às preterições na carreira.

Centenas de tripulantes estiveram presentes.

Os copilotos pedem que a empresa acabe com as contratações diretas de comandantes, prática reiterada da companhia, que tem trazidos prejuízos irreversíveis em suas carreiras.

Além disso, pedem equiparação salarial, haja vista que os copilotos da Azul recebem os menores salários na comparação com qualquer uma das congêneres brasileiras ou do mundo —e ainda têm a maior defasagem em relação aos comandantes.

Mesmo após diversas tentativas de diálogo e negociação com a direção da empresa, a resposta da Azul é de que o modelo de remuneração já era de conhecimento do grupo de copilotos e que não há intenção de fazer alterações.

Além disso, a Azul afirma que os copilotos da companhia têm melhores perspectivas de promoção do que o que se pratica nas congêneres, o que justificaria a defasagem. Porém, com as contratações diretas de comandantes, o grupo tem ficado extremamente prejudicado.

O SNA ressalta que as manifestações foram totalmente pacíficas, sem nenhum tipo bloqueio de acessos ou passagens e que, neste momento, não se tratou de um movimento grevista. Ou seja, não houve paralisação de voos.

Fiquem atentos aos nossos meios de comunicação para os próximos passos.

Associe-se ao SNA
Via site: https://tinyurl.com/sna-associe-se
Via Whatsapp: 21 98702-6770
Via app: SNA no Google Play ou Apple Store

Mais Artigos...