Administrador da massa falida da Varig indica falta de perspectiva para novos rateios por falta de recursos

O administrador judicial das Massas Falidas Varig, Rio Sul e Nordeste, k2 Consultoria Econômica, informou, por meio de nota em seu site, que não há previsão de novos pagamentos de rateios para os credores.

No entendimento da empresa, para realizar novos pagamentos é necessário que haja um saldo mínimo de R$ 25 milhões em caixa, o que, segundo a k2 não é o caso neste momento.

Na nota publicada, o administrador da massa falida aponta o seguinte: “Considerando o requerimento do Ministério Público para o pagamento de piso (valor mínimo) de R$2.000,00 (dois mil reais) nos rateios – parâmetro este adotado nos quatro eventos de pagamento até aqui ocorridos – e considerando também, que a discussão sobre a retenção de valores de FGTS, no percentual de 11,2%, ainda não possui uma definição, este Administrador Judicial compreende que o custo-benefício para a realização de um rateio em valor inferior aos R$25 milhões não se justificaria, por ir de encontro com o valor de piso sugerido pelo Ministério Público, e sem considerar o grande dispêndio de custos e trabalho envolvido nestes pagamentos”.

Leia a íntegra da nota: https://tinyurl.com/369rbkjh

No site do administrador também há relatórios que atestam a real situação da massa falida. Eles podem ser acessados através do link: https://tinyurl.com/4chdh7dw

O SNA segue acompanhando o processo e vai aguardar a decisão do juízo.

Associe-se ao SNA
Via site: https://tinyurl.com/associe-se-ao-sna
Via Whatsapp: 11 98687-0052