Anac publica documento sobre operação nos EUA em espaços sujeitos à interferência do 5G

A Anac publicou no último dia 30 de dezembro um ASO (Alerta de Segurança Operacional) com  recomendações para operação nos Estados Unidos, especificamente sobre potenciais efeitos adversos sobre os radioaltímetros em espaços sujeitos à interferência de comunicações 5G na Banda C.

No documento, a ANAC recomenda a todos os operadores, proprietários e pilotos de aeronaves registradas no Brasil que venham a realizar operações no território dos Estados Unidos as seguintes ações:

1. Tomar conhecimento e observar as recomendações dos seguintes documentos emitidos pela FAA:

– SAIB AIR-21-18R1
– AD 2021-23-12
– AD 2021-23-13
– SAFO 21007

2. Observar as restrições estabelecidas nos NOTAMs eventualmente emitidos e considerar o impacto que estas restrições podem causar às suas operações pretendidas. Recomenda-se realizar uma análise de risco quanto ao impacto da indisponibilidade das funções listadas nas Diretrizes de Aeronavegabilidade emitidas pela FAA, tendo em vista que os NOTAMs podem ser emitidos sem prévio aviso para localidades onde até então não se tem limitações.

3. Verificar junto aos fabricantes de suas aeronaves quanto à existência de um AMOC aprovado pela FAA que possa ser utilizado, e as recomendações aplicáveis.

Veja a íntegra do ASO 004-0/2021 da Anac: https://tinyurl.com/5695mpn4

A Anac lembra no documento que eventuais dúvidas podem ser enviadas para o e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Por fim, o SNA ressalta que as informações fornecidas pelas empresas aéreas devem ser seguidas à risca e que devem prevalecer em caso de qualquer conflito de informações.